braquetes braquetes

Braquetes: Conheça os principais tipos, materiais e indicações

6 minutos para ler

Durante um tratamento ortodôntico, é necessário que o dentista tenha conhecimento sobre quais são os braquetes disponíveis no mercado, ou seja, aqueles indicados para cada situação. A fim de realizar o trabalho da melhor maneira e informar seu paciente.

Sendo assim, é importante que o ortodontista possua todos os tipos de braquetes ortodônticos que existem, pois, cada paciente possui um caso bastante específico.

Logo, é imprescindível que o profissional conheça quais são as características de cada modelo, bem como, quais são as suas vantagens e desvantagens no uso.

Assim sendo, caso esteja interessado em conhecer um pouco mais sobre o assunto, continue lendo esse conteúdo!

O que são os braquetes?

De forma resumida, é possível afirmar que os braquetes são pequenas e fundamentais peças que compõe o aparelho ortodôntico fixo. Sendo assim, seu principal objetivo é movimentar os dentes para alcançarem a posição desejada.

Em decorrência dos contínuos avanços da tecnologia e odontologia, uma série de diferentes tipos de braquetes começaram a ser utilizados, com o intuito de obter resultados mais satisfatórios, ou até mesmo, encurtar o tempo de uso do aparelho ortodôntico.

Tipos de braquetes:

Há, basicamente, dois tipos principais de braquetes de aparelho: o tradicional e o braquete autoligado. A seguir, falarei então, um pouco mais sobre as características de cada um deles.

Braquetes tradicionais:

Vamos começar com o modelo responsável por unir as peças com os elásticos. Sendo assim, estes são os responsáveis por prenderem o fio ortodôntico dentro do slot.

Como o próprio nome sugere, os braquetes tradicionais são os mais utilizados atualmente, no entanto, devido ao atrito gerado entre os elásticos e o fio, ele pode ser um pouco mais desconfortável em relação aos braquetes autoligados.

Por esse motivo, geralmente, é empregado mais força para que os dentes se movimentem o que pode acabar gerando mais dor e um tempo maior de tratamento.

Braquetes autoligados:

Já os braquetes autoligados, diferentemente do modelo tradicional, não requerem o uso dos elásticos de borracha. Isso porque esse modelo utiliza uma espécie de clipe de fechamento que é responsável por manter o fio ortodôntico dentro do slot.

De acordo com os próprios fabricantes, a tecnologia desse braquete de aparelho é mais inovadora em relação ao tradicional já que permite a movimentação do fio gere menos atrito e consequentemente, menos desconforto.

Portanto, uma das maiores vantagens desse braquete é o tempo de tratamento e, além disso, pode também diminuir o acúmulo de placa bacteriana.

Mas, infelizmente, a grande desvantagem deste braquete de aparelho é o seu valor, pois tais modelos custam quatro vezes mais do que o modelo tradicional.

Braquetes linguais:

Sem dúvida, os modelos mencionados anteriormente são os mais conhecidos. No entanto, há também o braquete lingual.

Desse modo, as pessoas que desejam esconder totalmente o aparelho, escolhem esse modelo, pois, os braquetes são fixados na parte de trás dos dentes, ficando totalmente ocultos.

Dental Tiradentes

Mas, o tratamento com esse tipo de braquete ortodôntico tende a ser ainda mais caro.

Principais materiais usados:

Então, até aqui você já conheceu os principais tipos de braquetes, mas sabia que também existem diferentes tipos de materiais para eles?

Do mesmo modo que, eles possuem indicações específicas de uso para cada caso. Confira mais sobre a seguir!

Braquete Metálico:

Os braquetes de metal são sem dúvida, um dos modelos mais tradicionais e utilizados em aparelhos ortodônticos justamente por possuírem o melhor custo benefício em comparação com as outras alternativas.

Além disso, eles também são considerados bastante resistentes e funcionais sendo considerados os menos esteticamente agradáveis, eles permitem a personalização do aparelho com os elásticos coloridos.

Braquete Cerâmica:

Os tipos de braquetes de cerâmica são ótimas opções para quem busca por um aparelho esteticamente mais agradável e discreto. Além disso, esse modelo possui mais ou menos, o mesmo formato e tamanho do braquete metálico.

O principal diferencial do braquete de cerâmica é a sua tonalidade mais semelhante com o esmalte dentário. Logo, tornando-o bem menos perceptível. Mas, ele também se destaca pela boa aderência e resistência.

O braquete de cerâmica, no entanto, costuma ser mais caro que o de metal e, embora as peças sejam imunes às manchas, as borrachas não são. Desse modo, será necessário uma troca periódica.

Braquete Safira:

É bem provável que os braquetes de safira sejam um dos mais populares atualmente, isso porque além do material ser bem resistente e durável, ele ainda é considerado como um dos melhores no quesito estético.

Enquanto os de cerâmica possuem uma tonalidade parecida com a do esmalte dentário, os de braquetes de safira são totalmente transparentes e também são mais resistentes. Contudo, embora seja um dos preferidos entre a maioria dos pacientes, o seu valor é um dos mais caros entre todos os outros tipos.

Assim como os braquetes de cerâmica, suas borrachas também estão sujeitas à manchas. Logo, sendo necessário uma troca regular.

Braquete Policarbonato:

Os braquetes de policarbonato foram os primeiros, antes dos considerados esteticamente agradáveis surgirem, pois é feito a partir de uma resina de plástico e com isso possui uma tonalidade bastante semelhante com a dos dentes.

Sendo também, considerado como um dos mais econômicos dentre todos os outros, mas seu material é mais frágil e está mais susceptível a adquirir manchas. O que o torna indicado apenas para tratamentos mais simples.

Tipos de Braquetes
Tipos de Braquetes

Conclusão

Podemos concluir então, que existem diferentes tipos de braquetes. Desde os metálicos tradicionais até os transparentes.

Logo, é fundamental que você tenha disponível todos os braquetes de aparelho. Bem como, saiba para que uso cada um dos tipos de braquetes são mais indicados. Permitindo a realização de um trabalho melhor, ou até mesmo, oferecer as melhores opções a seus clientes.

Este conteúdo foi útil ou ainda possui alguma dúvida em relação ao assunto? Fale conosco nos comentários!

Dental Tiradentes
Posts relacionados

Deixe um comentário

Facebook
Instagram