Especialidades Odontológicas Especialidades Odontológicas

Especialidades Odontológicas: descubra qual é a melhor área para você

18 minutos para ler

Diante de tantas opções, é natural que o graduado em Odontologia tenha dúvidas sobre qual especialidade odontológica seguir. Para ajudá-lo nessa importante escolha, elaboramos um artigo completo sobre as áreas da Odontologia. Conheça mais sobre as especialidades odontológicas reconhecidas pelo Conselho Federal de Odontologia a partir de agora.

A graduação em Odontologia permite que os dentistas formados atuem em um grande número de áreas diferentes. Dessa forma, há oportunidades para vários perfis profissionais, os quais podem especializar-se através de cursos de pós-graduação ou Residências Odontológicas.

1. Acupuntura

A Acupuntura é uma das áreas da Odontologia ainda pouco exploradas pelos dentistas. Dados de 2022 indicam que apenas 491 profissionais no país atuam nessa especialidade. Portanto, a Acupuntura é uma ótima oportunidade para os recém-formados, uma vez que, atualmente, as terapias complementares vem ganhando cada vez mais espaço.

Essa especialidade baseia-se em uma técnica da Medicina Tradicional Chinesa, na qual o especialista punciona pontos específicos no corpo do paciente utilizando agulhas finíssimas. O objetivo é interagir com os órgãos internos, restabelecendo a energia vital que circula pelo organismo.

Na Odontologia, a Acupuntura traz uma série de benefícios como controle e diminuição da ansiedade durante os tratamentos odontológicos e redução da dor orofacial. Logo, ao se especializar em Acupuntura, o dentista pode oferecer um serviço diferenciado aos seus pacientes, agregando valor aos tratamentos oferecidos em seu consultório.

2. Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofaciais

A especialidade odontológica Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofaciais é uma das mais importantes na carreira de Odontologia, totalizando 6602 profissionais ativos no Brasil, segundo dados de 2022. Essa área da Odontologia concentra-se no tratamento de traumas e deformidades faciais, bucais e maxilares, congênitas ou adquiridas.

O especialista em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofaciais pode atuar no âmbito ambulatorial ou hospitalar. Nos consultórios, são realizadas cirurgias orais menores como remoção de dentes inclusos, pequenos tumores benignos, cistos e lesões periapicais. Já nos hospitais, o profissional realiza cirurgias de grande porte relacionadas a grandes tumores e deformidades faciais. Nesse segmento, o dentista pode atuar em colaboração com a equipe multidisciplinar em atendimentos de urgência e emergência.

O salário de um especialista nessa área da Odontologia é, em média, R$ 4000,00 por uma jornada de 24 horas semanais, sendo um profissional bastante requisitado, inclusive, nos concursos públicos.

3. Dentística

A Dentística é uma especialidade odontológica que também concentra um grande número de profissionais, com cerca de 6500 dentistas ativos no Brasil em 2022.

Essa área da Odontologia dedica-se à manutenção da forma, função e estética do sorriso. Além disso, o profissional em Dentística é responsável pela integridade fisiológica dos tecidos circundantes ao aparelho dentário em conjunto com o sistema estomatognático. Essa especialidade odontológica pode ser dividida em Dentística Restauradora e Dentística Estética, com grandes oportunidades em ambas as áreas, sobretudo devido à enorme relevância biopsicossocial que o sorriso tem adquirido atualmente.

Em sua rotina profissional, o especialista em Dentística utiliza materiais restauradores para tratamento de cáries, fraturas e desgastes dentários ou com objetivo estético. Logo, sua atuação clínica engloba procedimentos como restaurações diretas e indiretas e clareamentos dentais, entre outros.

A remuneração nessa especialidade odontológica é, em média, R$5000,00 para uma jornada de 30 horas semanais de trabalho. Por ser uma das áreas da Odontologia mais procuradas pelos pacientes, há grandes possibilidades de crescimento ao longo da carreira e oportunidades em todas as regiões do país.

4. Disfunção Temporomandibular e Dor Orofacial

A especialidade odontológica Disfunção Temporomandibular e Dor Orofacial encontra-se em crescimento no Brasil, com aproximadamente 1500 profissionais em atividade em 2022. Essa área da Odontologia aplica-se ao diagnóstico e tratamento de alterações que envolvem os músculos e articulações mandibulares, principalmente a articulação temporomandibular, e das dores associadas aos tecidos da cavidade oral e face.

O especialista nessa área trabalha no manejo e terapêutica dos casos de disfunções temporomandibulares com o objetivo de controlar as dores e recuperar a função do aparelho mastigatório através de tratamentos como intervenção comportamental, utilização de fármacos, terapias físicas, exercícios e uso de placas interoclusais.

O dentista especializado em Disfunção Temporomandibular e Dor Orofacial tem um piso salarial de R$2300,00 por uma jornada de 20 horas semanais. Para os interessados em ingressar nessa especialidade odontológica, há diversos cursos de pós-graduação e programas de Residência Odontológica disponíveis.

5. Endodontia

A Endodontia é a terceira especialidade odontológica com mais profissionais ativos no Brasil, totalizando 17147 dentistas em 2022. Com uma grande procura por parte dos pacientes, essa área da Odontologia continua crescendo, sobretudo devido aos avanços tecnológicos atuais.

A Endodontia dedica-se à prevenção, diagnóstico e tratamento de patologias da polpa e tecidos da região periapical. O especialista na área tem a atribuição de realizar tratamentos conservadores e cirúrgicos na cavidade pulpar e tecidos associados como capeamento, pulpotomia, obturação do sistema de canais radiculares, remoção de tecidos patológicos, reimplante, apicectomia, implantes endodônticos, entre outros. Seu objetivo principal é prevenir a ocorrência de infecções graves e evitar a perda dentária.

O salário médio do endodontista no Brasil é de R$4100,00 por uma jornada de 30 horas semanais. Nessa área da Odontologia, o profissional tem oportunidades em todas as regiões do país, podendo atuar no setor público, clínicas odontológicas ou em seu próprio consultório.

6. Estomatologia

A Estomatologia é uma especialidade ainda pouco explorada pelos dentistas, possuindo apenas 1026 profissionais no país em 2022. Todavia, sua importância é fundamental tanto na saúde bucal quanto na geral, sendo uma ótima oportunidade para os dentistas recém-formados.

Essa especialidade odontológica realiza o diagnóstico e o tratamento de lesões que acometem tecidos duros e moles da região bucomaxilofacial. O profissional dessa área analisa anormalidades bucais como alterações de cor, feridas e aumento de volume tecidual, podendo realizar o diagnóstico de doenças inflamatórias, infecciosas, autoimunes, tumores benignos e suspeitas de neoplasias. O estomatologista realiza ainda pequenas cirurgias, biópsias e escleroterapia. Sua atuação é essencial nos serviços ambulatoriais e hospitalares, nos quais está inserido nas equipes multidisciplinares de cuidado integral ao paciente.

Nessa especialidade odontológica, os salários estão na média de R$2500,00 por uma jornada de 24 horas semanais. Há várias oportunidades profissionais tanto no setor privado quanto no público, especialmente nos hospitais de referência do país.

7. Harmonização orofacial

A Harmonização Orofacial é uma das áreas da Odontologia que mais vem ganhando espaço nos últimos anos. Reconhecida como especialidade odontológica no Brasil apenas em 2019, essa área já conta com mais de 1000 profissionais ativos, segundo dados de 2022.

A Harmonização Orofacial compreende um conjunto de procedimentos que visam alcançar o equilíbrio estético e funcional da face. Dentre as atividades atribuídas ao especialista na área estão o uso de toxina botulínica, preenchedores faciais, agregadores leucoplaquetários autólogos e biomateriais indutores percutâneos de colágeno na região orofacial e estruturas anexas. O dentista também pode atuar em intradermoterapia, procedimentos biofotônicos, laserterapia, lipoplastia facial, bichectomia e liplifting.

Por ser uma área em acentuada expansão, as oportunidades para o especialista em Harmonização Orofacial são vastas e a remuneração é bastante atraente, uma vez que o valor cobrado por procedimento pode chegar a R$3500,00.

8. Homeopatia

A especialidade odontológicas Homeopatia possui apenas 221 profissionais ativos no país em 2022. É uma área que tem potencial para ser muito mais explorada pelos dentistas, os quais podem aliar sua atuação clínica a essa prática terapêutica centenária.

A Homeopatia é uma terapia complementar e integrativa que consiste na prescrição de substâncias diluídas para pacientes cujos sintomas são semelhantes aos que seriam causados por essa mesma substância em dose mais elevada.

Na Odontologia, a Homeopatia proporciona uma terapêutica menos invasiva para as patologias bucais, aumentando a qualidade de vida e o bem-estar dos pacientes. O especialista na área é capaz de oferecer tratamentos diferenciados ao seu paciente, com maior valor agregado.

9. Implantodontia

Com mais de 18000 profissionais ativos em 2022, a Implantodontia é a segunda especialidade odontológicas mais explorada no país. Devido aos recentes avanços tecnológicos nessa área e à crescente preocupação estética dos indivíduos, a tendência é que a demanda por implantodontistas continue aumentando nos próximos anos.

A Implantodontia dedica-se à implantação na mandíbula e na maxila de materiais aloplásticos destinados a dar suporte a próteses dentárias. Os implantodontistas realizam atividades de diagnóstico de alterações ósseas e estruturais, cirurgias para colocação de implantes, enxertos ósseos e gengivais e técnicas de manutenção dos implantes.

O salário de um profissional da área pode chegar a R$6000,00 em uma jornada de trabalho de 30 horas semanais. Existem muitas oportunidades em todas as regiões do Brasil, tanto em empresas privadas quanto para os dentistas que querem empreender em seu próprio consultório.

10. Odontogeriatria

A Odontogeriatria é uma especialidade odontológicas ainda com poucos profissionais no país; segundo dados de 2022, há apenas 275 especialistas. No entanto, devido à tendência crescente de envelhecimento da população brasileira, essa área da Odontologia é uma aposta bastante promissora para os recém-formados.

Nessa especialidade, o profissional atua na profilaxia, diagnóstico e tratamento de patologias bucais e do sistema estomatognático de pacientes idosos. Como essa parcela da população possui necessidades singulares, o especialista em Odontogeriatria tem conhecimentos aprofundados sobre as mudanças físicas ocorridas durante o processo de envelhecimento, além de habilidades de comunicação que facilitam a adesão dos pacientes aos tratamentos odontológicos.

A média salarial de um especialista em Odontogeriatria é de R$4600,00 em uma jornada de 30 horas semanais.

11. Odontologia do Esporte

A Odontologia do Esporte é a especialidade odontológica menos explorada, possuindo apenas 30 especialistas no país, de acordo com dados de 2022.

Essa especialidade concentra-se na promoção da saúde bucal de atletas, levando em consideração suas particularidades físicas e observando os cuidados relativos ao uso de fármacos e doping. O especialista em Odontologia do Esporte também atua no desenvolvimento e manejo de equipamentos de proteção bucal para a prevenção contra traumas bucomaxilofaciais.

Com pouca concorrência, o especialista nessa área da Odontologia tem grande potencial de crescimento profissional.

12. Odontologia do Trabalho

Dental Tiradentes

Com a crescente preocupação das empresas em relação à responsabilidade social com a saúde e segurança de seus colaboradores, a Odontologia do Trabalho é uma área que vem ganhando bastante destaque. Segundo dados de 2022, essa especialidade conta com mais de 1000 profissionais ativos no Brasil.

Essa área da Odontologia tem como foco a prevenção, diagnóstico e tratamento de patologias bucais que acometem o trabalhador em seu ambiente laboral. Além disso, a Odontologia do Trabalho atua em colaboração com a Medicina do Trabalho ao auxiliar no diagnóstico de doenças sistêmicas através do exame da cavidade bucal.

O salário médio de um profissional da área é de R$3000,00 por 40 horas semanais. As melhores oportunidades estão nos grandes centros urbanos.

13. Odontologia Legal

A Odontologia Legal é uma especialidade odontológica muito relevante no país, com aproximadamente 900 profissionais ativos em 2022. É uma oportunidade bastante promissora para os dentistas, sobretudo aqueles que desejam seguir a área de concursos públicos em carreiras policiais ou atuarem como peritos civis.

Essa área da Odontologia concentra-se no estudo dos fenômenos psíquicos, físicos, químicos e biológicos que atingem o homem, vivo ou morto, ou sua ossada. O especialista em Odontologia Legal realiza perícias civil, administrativa, trabalhista ou criminal e elabora autos e pareceres, entre outras atividades. Uma das atuações mais importantes do profissional na área é a identificação humana, a qual pode ser realizada através de registros odontológicos, análise de marcas de mordida, queiloscopia, rugoscopia palatina e análise de material genético.

O salário de um especialista em Odontologia Legal pode variar bastante dependendo de sua área de atuação. Um dentista perito na Polícia Federal, por exemplo, tem uma remuneração de mais de R$23000,00.

14. Odontologia para Pacientes com Necessidades Especiais

A urgência de um olhar mais inclusivo para os pacientes com necessidades especiais traz uma demanda crescente por profissionais especializados no cuidado com esse grupo de indivíduos. Logo, a especialidade em Odontologia para Pacientes com Necessidades Especiais é uma grande oportunidade para os dentistas, uma vez que existem apenas cerca de 800 profissionais ativos no Brasil.

Essa especialidade odontológica dedica-se à promoção da saúde, profilaxia, diagnóstico e tratamento bucal de pacientes com distúrbios neuropsicomotores. Além desse grupo, classificam-se também como pacientes com necessidades especiais aqueles com doenças sistêmicas crônicas ou infectocontagiosas que predisponham a alterações significativas no aparelho bucal. No atendimento a esses indivíduos, o dentista fará parte de uma equipe multidisciplinar cujo objetivo é promover um cuidado integral à saúde do paciente.

O especialista nessa área pode atuar no âmbito hospitalar, ambulatorial ou domiciliar. A remuneração média desses profissionais é de R$3600,00.

15. Odontopediatria

A Odontopediatria é uma área bastante procurada para especialização pelos dentistas, trazendo oportunidades em todas as regiões do país. Segundo dados de 2022, há mais de 9000 especialistas na área no Brasil.

Nessa especialidade odontológica, o dentista atua na prevenção, diagnóstico e tratamento de patologias bucais em bebês, crianças e adolescentes. O profissional dessa área deve ter habilidades específicas para promover a saúde bucal através de atividades que visem a mudanças comportamentais significativas. Além disso, essa área da Odontologia exige conhecimentos bastante abrangentes do profissional, uma vez que o odontopediatra atua no atendimento completo da criança, agregando competências de outras especialidades odontológicas.

O salário médio mensal de um odontopediatra é de R$4100,00. Esse profissional é bastante requisitado em clínicas odontológicas, consultórios particulares e até mesmo no setor público.

16. Ortodontia

Com mais de 29000 profissionais ativos no Brasil em 2022, a Ortodontia é a área da Odontologia mais explorada pelos dentistas. Ainda assim, devido à maior preocupação social dos indivíduos com o sorriso, essa especialidade odontológica possui demanda crescente com novas oportunidades para os dentistas recém-formados.

O especialista em Ortodontia dedica-se à prevenção, supervisão e orientação do desenvolvimento do aparelho mastigatório. Esse profissional também atua na correção das estruturas dentofaciais para preservar a funcionalidade, harmonia e estética do complexo maxilomandibular dos pacientes. Nessa última atividade, o ortodontista utiliza aparelhos mecanoterápicos para corrigir as maloclusões dentárias.

Os ortodontistas encontram oportunidades em todas as regiões do Brasil, tanto no setor público quanto no privado. O salário médio de um profissional da área é de R$ 4700,00 por uma jornada de 30 horas semanais.

17. Ortopedia Funcional dos Maxilares

A Ortopedia Funcional dos Maxilares é uma especialidade odontológica bastante relevante no Brasil, com mais de 1700 profissionais ativos, segundo dados de 2022.

Essa área da Odontologia concentra-se na prevenção, diagnóstico e tratamento de maloclusões através de estímulos funcionais, sobretudo em crianças. Dentre os distúrbios de oclusão tratados por essa especialidade encontram-se mordidas cruzadas, crescimento insuficiente ou excessivo da mandíbula, patologias na articulação temporomandibular, apinhamento de dentes e falta de espaço para dentes permanentes.

O especialista em Ortopedia Funcional dos Maxilares tem um salário mensal médio de aproximadamente R$3500,00 em uma jornada de 30 horas semanais.

18. Patologia Oral e Maxilofacial

A especialidade odontológica Patologia Oral e Maxilofacial ainda possui poucos profissionais ativos no país: apenas 423 dentistas, de acordo com dados de 2022. Com pouca concorrência, essa área é uma ótima oportunidade para os recém-formados em Odontologia destacarem-se no mercado de trabalho.

A Patologia Oral e Maxilofacial dedica-se ao estudo dos aspectos histopatológicos de alterações bucomaxilofaciais com o objetivo de diagnóstico e avaliação de prognóstico das patologias relacionadas a essas alterações. O especialista na área realiza, em sua rotina profissional, a interpretação de exames microscópicos e bioquímicos, contribuindo com profissionais de diversas áreas da saúde.

O salário do patologista bucal é em média de R$2800,00 por uma jornada de 44 horas semanais. Seu trabalho é bastante requisitado em hospitais e clínicas de todas as regiões do país.

19. Periodontia

A Periodontia está entre as cinco especialidades odontológicas mais procuradas pelos dentistas no Brasil, com mais de 10200 profissionais ativos em 2022. Porém, devido à sua enorme importância clínica, a demanda por profissionais nessa área continua em alta nas diversas regiões do Brasil.

Nessa especialidade clássica da Odontologia, o profissional é responsável pela prevenção, diagnóstico e tratamento das patologias dos tecidos de suporte e circundantes dos dentes. O periodontista também participa do planejamento e instalação de implantes e restituição das estruturas de suporte. Além disso, seu trabalho é de extrema importância na equipe multidisciplinar ao avaliar as alterações periodontais causadas por doenças sistêmicas.

Os profissionais especializados em Periodontia podem atuar em consultórios privados, equipes de Saúde Pública e até mesmo em hospitais. Os salários médios dessa especialidade odontológica são de R$5100,00 em uma jornada de 30 horas semanais.

20. Prótese Bucomaxilofacial

Ainda pouco explorada no Brasil, a especialidade odontológica Prótese Bucomaxilofacial concentra apenas 65 profissionais, segundo dados de 2022. Porém, com os avanços tecnológicos, essa especialidade vem ganhando cada vez mais visibilidade dentro da Odontologia.

O especialista em Prótese Bucomaxilofacial é responsável pela reabilitação anatômica, funcional e estética de perdas e malformações faciais através de próteses e outros dispositivos. Essa área da Odontologia ainda atua em conjunto com outras especialidades médicas como, por exemplo, a Oncologia ao oferecer dispositivos para proteção da face em radioterapia.

A demanda por profissionais dessa área é maior nos grandes centros de referência odontológica. Para quem deseja dedicar-se a essa especialidade, há diversos cursos de pós-graduação bastante conceituados disponíveis.

21. Prótese Dentária

A especialidade odontológicas Prótese Dentária também concentra um grande número de profissionais ativos no Brasil com mais de 12800 dentistas, de acordo com dados de 2022. A demanda por especialistas nessa área continua crescendo, especialmente devido às constantes atualizações tecnológicas e a maior preocupação estética dos pacientes com o sorriso.

A Prótese Dentária é a área da Odontologia que dedica-se à reconstrução de dentes parcialmente danificados e à reposição de dentes ausentes, com objetivo de recuperar a função mastigatória, fonética e estética. Nesse contexto, o especialista trabalha com próteses fixas, removíveis e totais, de acordo com as necessidades específicas de cada paciente.

O salário médio de um profissional da área é de R$ 4700,00 mensais, com oportunidades em todas as regiões do Brasil em clínicas, consultórios e laboratórios de próteses dentárias.

22. Radiologia Odontológica e Imaginologia

Os exames de imagem são de extrema importância para o diagnóstico de patologias bucais e como auxiliares no planejamento do tratamento das diversas especialidades odontológicas. Nesse contexto, o dentista especialista em Radiologia Odontológica e Imaginologia tem um papel fundamental na realização e interpretação desses exames. No Brasil, segundo dados de 2022, há 5372 profissionais especialistas na área.

Embora os exames de raio X sejam realizados por técnicos em saúde bucal ou em radiologia, há grandes oportunidades para os dentistas especializados em Radiologia Odontológica e Imaginologia, uma vez que a elaboração de laudos é de competência desses profissionais. Além disso, o especialista na área coordena o trabalho dos técnicos e gerencia a implementação de novas tecnologias de imagem.

A remuneração mensal média de um profissional da área é de R$2900,00. No entanto, este profissional tem grandes oportunidades para empreender e abrir seu próprio consultório de radiologia.

23. Saúde Coletiva

A especialização odontológica em Saúde Coletiva possui atualmente no Brasil cerca de 2600 profissionais ativos. Embora pouco conhecida, essa área da Odontologia possui grande relevância na promoção do cuidado integral ao paciente.

Nessa especialidade odontológica, o dentista atua na promoção da saúde em equipes multidisciplinares através do planejamento de políticas públicas e desenvolvimento de ações de vigilância no âmbito do Sistema Único de Saúde. Também pode trabalhar em funções de auditoria ao fiscalizar a regularidade de procedimentos técnicos, contábeis, financeiros e patrimoniais nas instituições de saúde.

No âmbito do sistema privado, o especialista em Saúde Coletiva é requisitado em planos de saúde, hospitais, indústrias e no terceiro setor. As remunerações variam de acordo com o trabalho exercido pelo especialista.

Durante esse artigo, relacionamos as principais informações sobre todas as especialidades odontológicas atualmente reconhecidas pelo Conselho Federal de Odontologia, as quais reúnem diversas habilidades e conhecimentos, criando oportunidades para todos os perfis profissionais dentro da Odontologia.

Caso tenha surgido alguma dúvida sobre o assunto, deixe nos comentários. Continue também acompanhando nossas publicações sobre os temas mais relevantes da Odontologia. 

Dental Tiradentes
Posts relacionados

Deixe um comentário

Facebook
Instagram