Fio Ortodôntico Fio Ortodôntico

Fio Ortodôntico: Saiba o que são e suas funções

6 minutos para ler

Quando o assunto é aparelho fixo, o que a maioria das pessoas imaginam são algumas peças mais simples, como as famosas borrachinhas coloridas e os braquetes. No entanto, o fio ortodôntico é uma das peças mais importantes do aparelho.

Não existe apenas um tipo de fio ortodôntico, mas vários tipos de fios que possuem as suas próprias características e respectivas funções. Desse modo, para a ortodontia, é fundamental saber reconhecer as características e mecânicas dos fios ortodônticos para selecioná-los de acordo com cada situação.

Assim sendo, caso queira saber um pouco mais sobre essas peças e as suas características, continue lendo esse conteúdo!

O que é fio ortodôntico?

Sem dúvida, diversas pessoas, em algum momento, acabam precisando usar o aparelho fixo – popularmente conhecido como “sorriso metálico”. O aparelho ortodôntico é composto por diversas peças, incluindo os braquetes e os famosos elásticos coloridos, que são as ligaduras.

Todavia, um dos componentes mais importantes é o fio ortodôntico que é considerado como o principal responsável por posicionar os dentes no lugar correto e até mesmo para a oclusão entre as arcadas.

O fio ortodôntico possui diversas atribuições diferentes e uma das funções mais importantes é movimentar os dentes em várias direções, até que possam chegar nas posições desejadas.

Mas, além disso, o fio ortodôntico também desempenha outras funções como, por exemplo, expandir o arco dentário e alinhar todos os dentes corretamente, ou seja, sem essa pequena peça, os dentes acabariam se movimentando livremente, sem uma coordenação específica.

Portanto, entender as características mecânicas de cada fio ortodôntico é extremamente importante, tanto para o dentista, quanto para o paciente, já que durante todo o período de tratamento ocorrerá diversas trocas.

Afinal, não basta apenas trocar as ligaduras do aparelho ortodôntico como muitas pessoas imaginam, na maioria das vezes, ocorre também a troca do fio ortodôntico, de acordo com a necessidade.

O que é Fio Ortodôntico?

Conheça o fio ortodôntico e os seus tipos

Como dito anteriormente, para o profissional da área, é imprescindível que possua conhecimento sobre as características de cada fio ortodôntico, isso porque, a seleção do fio adequado é o que irá determinar o sucesso ou fracasso do tratamento.

Ao passo que há vários tipos de fios que possuem atributos diferentes e cada um deles exerce uma função bastante específica de acordo com cada situação e objetivo a ser alcançado ao longo do tratamento.

Existe no mercado, atualmente, quatro tipos de fios ortodônticos que são mais utilizados, e cada um deles possui as suas próprias designações. Portanto, sem mais delongas, confira a seguir quais são os principais tipos de fios ortodônticos e as suas respectivas funções.

1. Níquel-titânio ou nitinol (NiTi) e suas variações de fio ortodôntico:

O fio ortodôntico Níquel-titânio, mais conhecido como NiTi possui uma pequena espessura e bastante elasticidade.

Provavelmente, é um dos tipos mais populares pois, é o mais ideal e indicado para ser utilizado logo no início do tratamento.

Esse fio foi desenvolvido justamente para os estágios iniciais e intermediários do tratamento, quando há muitos dentes para serem alinhados e o paciente não está acostumado com o aparelho. Isso porque, esse fio possui a capacidade de movimentar os dentes gradativamente, porém, sem exercer força e provocar dores.

Desse modo, o fio permite que os dentes se movimentem de forma mais calma e sem pressão como a arcada dentária faria normalmente, com o intuito de evitar tanto dores e um grande desconforto, como também eventuais problemas quando o aparelho fixo for retirado, como a perda dos dentes.

Dental Tiradentes

Além disso, os fios NiTi superelásticos são os mais recomendados para o início do tratamento.

Ao passo que, para o estágio intermediário, os fios NiTi termoativados ou com adição de cobre são melhores opções.

2. Aço inoxidável:

A fase final do alinhamento, que geralmente é referida como o “estágio de trabalho”, é o momento de começar a usar os fios de aço inoxidável.

Enquanto os fios NiTi possuem a função de movimentar os dentes, os fios de aço inoxidável, um dos mais utilizados entre os dentistas, tem como principal objetivo manter todos os dentes em seus respectivos lugares, impedindo que se movam novamente.

Desse modo, os fios de aço inoxidável, que são considerados mais resistentes e menos elásticos, passarão a exercer uma pressão diferente sobre os dentes e permanecerão até moldar a nova arcada dentária e finalizar o tratamento.

3. Beta-titânio:

Já os fios de beta-titânio, mais conhecidos como “TMA”, são utilizados apenas em alguns casos bastante específicos.

Não sendo, portanto, utilizado em todos os tratamentos e durante as fases onde deverá ocorrer o deslizamento dos dentes, pois, é um fio que causa maior fricção com os braquetes. Geralmente, o uso desse fio é requerido logo no início do tratamento.

Contudo, somente em determinados casos em que será necessário fazer molas para arrumar a posição dos molares, quando não encontram-se na posição vertical correta.

Mas, além disso, o seu uso também é requerido para o fechamento de espaços entre os dentes e correção de torque, além de diversas outras funções.

O que é a sequência de arcos?

Não nos esqueçamos da sequência de arco, que é considerada tão importante quanto os próprios fios ortodônticos e pode ser dividida em quatro fases: inicial, intermediária, de trabalho e finalização.

Durante cada uma dessas fases, o fio deverá possuir uma espessura específica, de acordo com o objetivo a ser alcançado. Geralmente, os fios mais elásticos e com menor espessura, são recomendados para o início do tratamento ortodôntico.

Ao passo que os fios de maior espessura e mais resistentes são indicados durante o final do tratamento quando o objetivo é manter os dentes no lugar.

Fio Ortodôntico

Conclusão

Em suma, o conhecimento sobre a característica mecânica de todos os fios ortodônticos são inteiramente importantes para qualquer ortodontista realizar bem o seu trabalho.

No entanto, é válido ressaltar que não existe um fio considerado ideal para determinada situação, apenas fios que são os mais indicados de acordo com a especificação do caso, e cabe ao dentista encontrar qual fio é o mais indicado para cumprir com o seu objetivo.

Pois, para obter um tratamento bem sucedido e atingir resultados satisfatórios, é fundamental encontrar um fio ortodôntico adequado para tratar de cada problema específico, já que existem inúmeros casos diferentes.

Por fim, caso ainda possua alguma dúvida em relação ao conteúdo ou queira deixar a sua opinião, não esqueça de comentar!

Gostou do artigo e quer receber mais conteúdo como esse?

Para ficar bem informado sobre as novidades do universo da Odontologia, assine nossa newsletter e receba conteúdos diretamente no seu e-mail.

Não te enviaremos Spam!

Dental Tiradentes
Posts relacionados

Deixe um comentário

Facebook
Instagram