Isolamento Absoluto Isolamento Absoluto

Isolamento Absoluto: Tudo que precisa saber para executar o procedimento

6 minutos para ler

Durante alguns procedimentos odontológicos, o Isolamento Absoluto é uma técnica que deve ser empregada por dentistas com o objetivo de isolar o dente a ser operado dos demais durante o trabalho para poder alcançar um melhor resultado.

No entanto, apesar de parecer simples, é preciso ter alguns cuidados fundamentais para executar esse procedimento corretamente e com segurança, evitando assim determinados problemas.

Assim sendo, caso tenha interesse em saber como é feito a execução adequada desse procedimento, para o que serve e quais são os materiais necessários, continue lendo esse conteúdo!

O que é isolamento absoluto?

Existem muitos dentistas por aí afirmando que a técnica de isolamento absoluto não é tão importante durante um procedimento odontológico.

No entanto, essa prática é considerada importante não apenas para obter resultados mais satisfatórios, como também para garantir mais segurança para os próprios pacientes.

Mas, afinal, para que serve esse procedimento e quais são as suas vantagens?

Na Odontologia, existe alguns determinados casos onde será necessário fazer uso do isolamento absoluto que, basicamente, pode ser definido como um procedimento no qual a coroa ou a remanescente dental deverá ser totalmente isolada da cavidade bucal e dos tecidos moles, através de alguns materiais e instrumentos bastante específicos para esse procedimento.

Isolamento Absoluto

Para que serve essa prática?

O objetivo principal do isolamento absoluto é, sem dúvida, impedir que a saliva chegue até o campo a ser trabalhado, por meio de uma espécie de barreira intransponível que é construída ao redor do dente.

Desse modo, mantendo o campo completamente livre de umidade, tanto da saliva quanto dos líquidos irrigadores para que o dentista possa obter sucesso em seu procedimento e uma maior qualidade do material restaurador.

No entanto, além de facilitar o trabalho odontológico, esse procedimento também pode garantir uma outras vantagens no campo operatório, tais como:

  • Fornece mais proteção aos tecidos moles;
  • Mantém a área mais asséptica;
  • Maior visibilidade do campo a ser trabalhado;
  • Evita a contaminação bacteriana;
  • Facilita o procedimento e a inserção dos materiais utilizados para a restauração;
  • Evita que ocorra acidentes com o paciente, incluindo a deglutição ou aspiração de elementos estranhos, como restos de materiais e instrumentos.

Portanto, esse procedimento é considerado importante em determinados casos para que se possa obter um trabalho de qualidade. Embora a princípio possa parecer um tanto quanto complicado, com o passar do tempo e com a prática, o isolamento absoluto será mais simples de realizar.

E, além disso, será mais seguro para a saúde de seus pacientes.

Quais são os equipamentos necessários?

Antes de começar o procedimento, você deverá separar todos os materiais e equipamentos que serão utilizados.

Existem diversos materiais que podem ser utilizados para fazer o isolamento absoluto. No entanto, normalmente, o material mais utilizado e recomendado por especialistas, é o lençol de borracha, também conhecido como dique.

O lençol de borracha pode ser encontrado nas mais variadas cores no mercado, e com variações de espessura.

Dental Tiradentes

Todavia, geralmente, os profissionais recomendam o lençol de borracha preto que, por sua vez, contrasta melhor com o dente e acaba refletindo menos luz.

Outro instrumento importante é o perfurador de Ainsworth, que você irá utilizar para fazer as perfurações no lençol de borracha, vale ressaltar que o perfurador deve estar bem afiado.

Além disso, você também irá precisar de um arco metálico de Young para ajudar a prender o lençol, grampos para prender qualquer dente no lençol (existem diversas numerações diferentes para cada dente) e uma Pinça de Palmer, que você usará para levar o grampo até o dente.

Outros materiais podem ser úteis, como uma caneta para fazer marcações, fio dental para fortalecer a fixação e vaselina para lubrificar os lençóis de borracha.

Entretanto, opte por aquelas à base de água, por ser mais segura.

Passo a passo do isolamento absoluto

Agora que você já separou todo o material que irá utilizar, já pode ir para a etapa do isolamento, confira a seguir um passo a passo do procedimento!

  • Primeiramente, você deverá marcar o lençol de borracha com uma caneta; prenda a caneta nas extremidades do arco Young;
  • Em seguida, coloque o lençol sobre os dentes do paciente que você irá isolar e marque-os com um X ou uma cruz sobre o lençol de borracha;
  • Então, você deverá retirar o lençol e perfurar exatamente em cima das marcações, utilizando o perfurador de Ainsworth;
  • Após feitas as perfurações, você poderá utilizar o lubrificante sobre os furos, para que se possa obter uma aderência maior aos dentes;
  • Agora deverá utilizar uma pinça Palmer para abrir o grampo e o encaixar sobre o dente que será isolado, fixando assim o campo de trabalho de modo que o lençol possa ser expandido, e os outros furos serão necessários para encaixar os demais dentes;
  • Caso necessite melhorar o encaixe, utilize um fio dental, passando-o por entre os dentes, de forma que o lençol seja empurrado para mais próximo da gengiva, também utilize uma espátula para empurrar o lençol até a cervical;
  • Por fim, o seu isolamento absoluto estará bem fixo e o seu campo de trabalho pronto para você começar o procedimento com segurança.

Confira abaixo o vídeo da Universidade Federal do Rio Grande do Norte  ensinando o passo a passo do Isolamento Absoluto.

Remoção do isolamento absoluto

Após feito todo o procedimento, você deverá retirar o isolamento que fez.

Em primeiro lugar, retire o grampo fixado no dente, utilizando a pinça Palmer, logo depois, será necessário soltar o lençol de borracha preso no arco metálico Young.

Então, corte as proximidades do lençol utilizando uma tesoura pequena.

E, por fim, quando a parte de cima já estiver completamente aberta, remova a borracha através da parte de baixo, puxando com bastante cuidado até deslocar-se inteiramente.

Conclusão

Sabemos que quando se trata da saúde bucal dos pacientes, todo cuidado é extremamente necessário!

Desse modo, utilizar o isolamento absoluto de forma correta é importante tanto para assegurar a saúde do paciente, como também para realizar um trabalho bem feito e de qualidade.

Embora possa parecer complicado a princípio, com o tempo e a prática, esse procedimento ficará mais simples de executar.

Por fim, caso possua alguma dúvida a respeito, deixe o seu comentário!

Gostou do artigo e quer receber mais conteúdo como esse?

Para ficar bem informado sobre as novidades do universo da Odontologia, assine nossa newsletter e receba conteúdos diretamente no seu e-mail.

Não te enviaremos Spam!

Dental Tiradentes
Posts relacionados

2 comentários em “Isolamento Absoluto: Tudo que precisa saber para executar o procedimento

Deixe um comentário

Facebook
Instagram